Recursos – Ondas do Rádio

Nesta página você vai encontrar…

Dicas sobre como organizar sua entrevista

A experiência mostra que com um pouco de confiança, criatividade, energia, qualquer um pode marcar uma entrevista. Ondas do Rádio é uma oportunidade para conhecer as estações de rádio de sua região e as pessoas que trabalham nelas. Com um pouco de sorte e perseverança esta pode ser a oportunidade para aumentar seus contatos com as rádios no futuro! Seguem alguns passos para que isso aconteça:

1. Identifique as estações de rádio e os programas que você quer atingir

O primeiro passo para conseguir uma entrevista organizada é descobrir quem você deseja alcançar. Se você não tiver certeza, pesquise com seus amigos sobre quais estações de rádio podem estar interessadas em “aderir à onda” Que tipo de programas ou estações podem estar interessadas?

  • Programas de música internacional
  • Programas políticos/de entrevista
  • Estações comerciais que fazem anúncios locais
  • Estações comunitárias
  • Estações públicas de rádio
  • Podcasts independentes
  • Amigos que trabalham em rádios ou com podcasts!

Clique aqui para descobrir se algum organizador já está em contato com as estações de rádio/programas de sua região. Isto vai ajudá-lo a saber quem já foi contatado e a planejar melhor seus próximos passos.

Agora faça uma lista de todas as estações de radio, programas e/ou podcasts que você pretende atingir e vá em busca de seus telefones e emails. Se a estação for grande, escolha uma pessoa para contatar, por exemplo um produtor, ao invés de mandar emails e ligar para todo mundo.

2. Comece a fazer conexões com as pessoas de sua lista

O próximo passo é o contato. Se um membro de seu grupo conhece alguém que trabalha na estação de rádio que você quer atingir, peça para que esse membro fale com a pessoa. Do contrário, agora é o momento para começar a construir um relacionamento!

Cerca de cinco dias antes da data em que você deseja dar a entrevista, mande um email curto para cada rádio, programador ou locutor, se apresentando e informando por que a música e a entrevista valem 5 minutos do tempo deles. No final do email não deixe de incluir seus dados (você também pode incluir um link para a música para que eles possam ouvi-la).

3. Seguimento!

Emails com pedidos são abundantes – as pessoas que você está visando provavelmente recebem centenas deles todos os dias. Assim sendo, é muito importante que você dê seguimento fazendo uma ligação telefônica. Uma ligação personificará seu pedido.

Use o guia de ligações para estabelecer uma conversa curta e objetiva e conseguir que as rádios coloquem a música no ar. Pergunte aos programadores e locutores se eles estariam interessados em saber mais sobre os membros da comunidade local que estão se organizando para impedir a crise climática (coisas sobre as quais eles podem se informar ao entrevistar você no estúdio da rádio ou por telefone).

Como a música é nosso gancho para conseguir uma entrevista, lembre-se de antes de ligar escutar a música algumas vezes e ler sobre os músicos envolvidos, pois o entrevistador pode fazer algumas perguntas sobre isso.

4. Roteiro de conversa telefônica com produtor da rádio.

Lembre-se de ser breve – seu contato é provavelmente uma pessoa ocupada, por isso, faça com que sua ligação dure menos de três minutos. Além disso, seja amigável! Forçar a barra não irá fazer com que eles se interessem. E se eles não estiverem disponíveis quando você ligar pela primeira vez, marque um horário melhor para conversar mais tarde.

Oi! O/A _______ está ocupado(a)?

Oi! Meu nome é _________________ ________________ (NOME e SOBRENOME) e eu sou (voluntário, ativista, etc.) do(a) __________ (nome da organização/grupo).

Estou ligando para falar sobre uma música nova feita por artistas famosos na África e nos Estados Unidos como parte de uma campanha de rádio global.

Podemos conversar um pouco ou está em fechamento? (Se estiver em fechamento, marque um horário para ligar de volta; senão, continue!)

Você viu o e-mail que te enviei?

(Se sim -) Ótimo!

(Se não -) Vou te enviar uma mensagem quando desligar o telefone e verificar se tenho o e-mail correto. (Continue seguindo o roteiro, mas confirme o e-mail antes de desligar)

Pensei que você pode se interessar nisso porque  _____ (você geralmente cobre eventos locais…Ouvi você falando sobre mudanças climáticas no seu programa… Você toca muito músicas estrangeiras – world music – e eu acho que vai gostar dessa música… ).

Essa música nova, chamada “People Power”, relata a realidade das mudanças climáticas e como estão afetando duramente a África e o mundo, e também lembra às pessoas o que podemos conquistar quando trabalhamos juntos por uma causa comum.

Aqui em _____ (cidade), nós estamos agindo com relação ao tempo maluco que estamos testemunhando como consequência das mudanças climáticas. Nesse momento, nós estamos participando dessa campanha mundial chamada Ondas do Rádio, que faz uso da música para chamar atenção para as negociações internacionais sobre mudanças climáticas acontecendo na África do Sul.

Achamos que os ouvintes do seu programa vão gostar de ouvir essa música e, já que ela é de graça, pode ser reproduzida quantas vezes você quiser. Além disso, se você estiver interessado em saber mais sobre o que a população local está fazendo para resolver a crise climática, teremos um grande prazer de sermos entrevistados por telefone ou indo até o estúdio.

SE SIM OU TALVEZ: Que legal! Quando é melhor para você? (Anote os detalhes da data da entrevista, e se acontecerá no estúdio ou por telefone)

SE NÃO: Você quer ouvir a música e depois entra em contato conosco para falar se quer tocar a música ou conversar com a gente?

Obrigado pelo seu tempo!

5. Prepare-se para a entrevista!

Se você conseguiu marcar uma entrevista, parabéns! É muito importante se preparar antes para se sentir seguro. Abaixo seguem algumas dicas para treinar:

  • Pratique pelo menos 3 vezes com alguns amigos para que eles possam te criticar e  para você praticar sua fala de maneira suave e devagar.
  • Dê respostas breves, pois você será cortado se falar por muito tempo.
  • Se você tiver a oportunidade, mencione rapidamente quais são suas motivações pessoais de buscar soluções climáticas. Por exemplo, “Como jovem, eu me preocupo com o nosso estilo de vida cada vez mais materialista e destrutivo, portanto, para mim é importante desenvolver nossas comunidades de um modo mais sustentável e harmônico.”
  • Se você não souber a resposta, diga que não sabe. Não chute – é melhor ser sincero.
  • Passe sua mensagem – se a pergunta que te fizerem for irrelevante para sua história e mensagem, afaste-se da pergunta com uma palavra de ligação e, em seguida, responda com sua própria mensagem.

Voltar ao início

Exemplo de roteiro para a entrevista

Abaixo você encontrará um exemplo de roteiro (que poderá adaptar) e alguns pontos de discussão. Essas dicas ajudarão você a ter uma excelente entrevista! Para ajudá-lo a planejar sua entrevista, segue abaixo um exemplo de roteiro que você poderá adaptar.

 Quando for o momento lembre-se de apresentar-se de forma clara e dar o nome de seu grupo.

 Relate o desafio:

 As mudanças climáticas afetam a todos – artistas, fazendeiros, mães, ______ (acrescente exemplos de membros de sua comunidade).

 Este ano, ao redor do mundo, todos experimentamos o clima louco provocado pelas mudanças climáticas, por exemplo __________ (acrescente exemplos locais, regionais de acontecimentos relevantes ocorridos em sua cidade, país ou região). Isto foi provocado porque poluímos nossa atmosfera com gases que provocam o efeito estufa. Esses gases são liberados pelas centrais de carvão, através da queima  de gasolina e diesel pelos veículos, pelo desmatamento, _________ (acrescente exemplos que sejam relevantes para sua cidade, país ou região).

 Dê esperança às pessoas de que a crise pode ser resolvida:

Mas o lado positivo é que como fomos nós, seres humanos, que criamos este problema através da queima de combustíveis fósseis como carvão e derivados de petróleo, nós também temos o poder de resolvê-lo.

 E em ___________ (sua cidade, região ou país), temos mostrado que temos _____________ (valores comuns como coragem, criatividade, compaixão) para encarar a crise climática como demostramos em _________________ (um evento que tenha acontecido em sua comunidade e no qual esse valor tenha sido demonstrado através de um trabalho em equipe com o objetivo de superar um problema – mesmo que este problema não estivesse relacionado às mudanças climáticas).

 O que pedir para os ouvintes fazerem:

Baseado nas características de seu grupo e dos projetos nos quais vocês estiverem envolvidos, o que você pode pedir aos ouvintes vai variar. Aqui estão algumas ideias:

 Esperamos que esta música inspire os ouvintes a se envolverem para ajudar a resolver a crise climática. Eles podem fazer isso…

    •  Unindo-se ao nosso grupo no Facebook no…… para saber mais sobre eventos locais dos quais podem participar. 
    • Registrando-se na lista de e-mails da 350.org para ficar sabendo sobre como podem ajudar a resolver a crise climática. 
    • Unindo-se a nós no evento que estamos organizando para _____________ (dia, horário, lugar e objetivos do evento).

Voltar ao início

Pontos de discussão  

Crise climática:

A crise climática é uma realidade que se sente em todo o mundo. Secas no Chifre da África, inundações em Bangladesh, Paquistão e Tailândia além de furacões e ciclones atingindo os Estados Unidos, as Filipinas e o México. Estes são apenas alguns exemplos de como as mudanças climáticas estão nos afetando hoje.  

O que é Ondas do Rádio?

Em resposta à conferência climática da ONU em Durban na África do Sul, “Ondas do Rádio” é uma campanha de base que vai difundir uma nova música sobre o clima que foi composta por músicos africanos, chamada “People Power”. Além disso, “Ondas do Rádio” vai criar uma “onda” de entrevistas de rádio ao redor do planeta para inspirar e motivar os ouvintes de todo o mundo a agirem sobre as mudanças climáticas.

Por que colocar o foco na África?

A África é o continente mais vulnerável às mudanças climáticas porque é o mais quente de todos, assim sendo, qualquer aumento na temperatura global provoca rápida destruição na África. Além disso, a África já enfrenta grandes desafios no que diz respeito à pobreza, à falta de infraestrutura, escassez de água e doenças como a malária. E a maior injustiça é que o continente africano tem contribuído muito pouco para provocar as essas mudanças climáticas.

Mas existe um movimento climático por lá! Ele ainda é pequeno, mas está crescendo rapidamente e inclui jovens, idosos, organizações, comunidades religiosas e voluntários de todos as classes sociais. Estas pessoas estão criando apresentações de teatro sobre o clima, organizando jogos de futebol e lutas de boxe para aumentar a conscientização, plantando árvores, batalhando politicamente por ciclovias em suas cidades, construindo rádios solares e pressionando seus governos por melhores políticas climáticas.

Estamos convidando a todos para que se unam a nós e se coloquem ao lado destes criativos e corajosos africanos para resolver a crise climática.  

Por que uma música climática?

Músicos africanos criaram uma nova canção chamada “People Power” que tanto fala sobre como a crise climática afeta a África como chama a ação. Para usar o poder das pessoas para transformar o mundo a seu redor e criar um futuro melhor para todos.

O que o número 350 representa?

O número 350 é o número mais importante do mundo. 350 partes por milhão é o que os cientista consideram como o limite máximo de segurança para a concentração de dióxido de carbono na atmosfera. Acima deste limite, nosso planeta corre o risco de sofrer mudanças climáticas irreversíveis. A concentração atual de dióxido de carbono na atmosfera é de 390 partes por milhão, motivo pelo qual já estamos experimentando instabilidade climática.  

O que é o movimento 350?

350 é uma meta global porque, se reduzirmos as emissões de dióxido de carbono para voltarmos a estar abaixo das 350 partes por milhão, garantiremos a sobrevivência de todas as comunidades ao redor do mundo. Mas esta não é uma meta fácil de ser alcançada porque é contrária aos interesses das ricas e poderosas companhias petroleiras que fazem lobby com os governos para continuar lucrando enquanto nosso planeta queima. Para enfrentá-las precisamos de um movimento popular e é isso o que a 350.org está ajudando a construir.  

O que é o COP 17?

COP 17 é a 17ª Conferência das Partes da ONU para planejar soluções internacionais para enfrentar as mudanças climáticas. Este ano os governantes se reúnem em Durban, na África do sul. Naturalmente depois de 16 anos observando escassos resultados significativos nos outros COPs, não há muito otimismo sobre o que acontecerá em Durban. É muito perigoso deixar que nossos lideres planejem enquanto nosso planeta queima. A cada ano o clima se torna mais instável e as economias modernas continuam a liberar gases que contribuem para o efeito estufa em nossa atmosfera.

O que precisamos fazer?

Precisamos crescer. Precisamos ser maiores e mais audazes para enfrentar os interesses poderosos que estão saqueando nossa atmosfera e paralisando as políticas climáticas.

Estes são tempos emocionantes e desafiadores. Temos a oportunidade de mudar a  direção perigosa que nosso planeta tomou, e insistir com nossos governos de que juntos podemos construir uma sociedade decente e inclusiva, respeitando os limites reais de nossa atmosfera e natureza.

Que medidas as pessoas podem tomar agora?

Visite o site da 350.org para baixar a música gratuitamente, compartilhe com seus amigos e faça parte do movimento para ajudar a resolver a crise climática.

Voltar ao início